Salário Mínimo Na Espanha: Veja qual o valor

Qual o valor do Salário Mínimo Na Espanha?

A Espanha é um dos mais belos países do mundo e o sonho de muitos brasileiros é morar neste pedacinho da Europa.

Nomes do esportes como Ronaldo Nazário, Ronaldinho Gaúcho e Neymar já ganharam milhões nas terras espanholas e muita gente sonha em ganhar um salário mínimo na espanha.

Assim como já falamos aqui no site sobre o salário mínimo na Inglaterra, muita gente tem curiosidade em saber sobre as condições de Trabalho na Espanha e o salário mínimo daquele país.

Mas você sabe o valor?

Bom, ganhar em Euro deve ser bem mais vantajoso, sem imaginar, claro, que todos os gastos são na moeda, que é uma das mais caras do mundo.

Por isso, nesse artigo, nós vamos lhe dar algumas informações sobre como funciona e quanto custa o Salário Mínimo na Espanha.

Além disso, claro, vamos fazer algumas comparações em relação ao que você poderia comprar caso recebesse esse valor no Brasil, além de quanto esse dinheiro seria útil para você nas terras européias.

Vamos lá? Dá uma olhada no texto que preparamos para você!

Cidade de Barcelona – Espanha: o sonho de muita gente

Quanto é o salário mínimo na Espanha?

Mesmo contando atualmente com uma taxa de desemprego de 16,1% (no Brasil é de 13,1%), o salário mínimo na Espanha é muito competitivo: 858,55 euros.

Esse valor é maior que o salário de Portugal, por exemplo, que é de 676,67 euros.

O valor pago ao espanhol é muito bom comparado ao salário dos brasileiros (R$ 954). Um mês de trabalho nas terras de Salvador Dalí equivale a R$ 4.093,21.

Para chegar a esse valor, um brasileiro precisa trabalhar cerca de 4,3 meses. Dá pra perceber que o nível de ganho no país é muito maior. Com isso, as coisas devem custar mais caro, certo?

Vamos analisar para sabermos o que é vantajoso e o que não deve ser tão legal para quem está buscando ganhar um salário mínimo na Espanha.

Salário mínimo na Espanha: custo de vida, moradia e emprego

De acordo com o portal Eurodicas, para uma pessoa que busca alugar um quarto ou apartamento em cidades como Barcelona, Madrid ou Bilbao, é necessário desembolsar cerca de 300 a 600 euros por mês.

Esse valor do aluguel pode não incluir gastos como garagem e aquecimento.

Portanto, é bem parecido com o Brasil: locais caros, por mais que você ganhe relativamente melhor, tem um custo de vida mais alto.

É indicado que a pessoa que recebe um salário mínimo na Espanha, viva em cidades menores, nas regiões metropolitanas.

Nesses locais será mais fácil encontrar imóveis com um valor menos elevado, além de lojas, farmácias e supermercados com valores mais acessíveis.

Emigrar para a Espanha exige conhecimentos da língua Espanhola

Situação atual de Empregos Na Espanha

Recentemente, a Espanha passou por uma grande crise, onde cerca de 20% dos habitantes perderam os empregos.

No momento, a situação está melhorando, mas o crescimento é lento. Por isso, quem é brasileiro e quer morar na Espanha, precisa saber que as oportunidades são reduzidas, assim como no Brasil, pois a saída da recessão ainda está acontecendo.

O custo de vida se tornou mais caro nos últimos anos e para sustentar uma família de quatro pessoas com uma renda média de 1000 Euros é um tanto complicado, de acordo com os brasileiros que moram no país.

Legislação Trabalhista na Espanha Atualmente 

Considerando a crise de desemprego enfrentada atualmente pela economia espanhola, a legislação trabalhista vem sofrendo algumas alterações.

Em temos remotos, as leis do traballho que vigorava no país eram mais protetivas. Com as dificuldades, veio também uma certa flexibilização das relações trabalhistas.

Da mesma forma que acontece com o Brasil atualmente, a Espanha vive um período de muitas reformas, não sendo possível mensurar os resultados.

De qualquer forma, por ser um país europeu e com um desenvolvimento maior que o Brasil, a valorização do salário mínimo na Espanha é bem nítido, quando comparado com o do Brasil.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.